Clearpass

Clearpass

Se antes os profissionais de TI eram capazes de controlar facilmente todos os dispositivos conectados à rede, com a chegada de smartphones, tablets, notebooks e a internet das coisas, isso mudou. Esses equipamentos móveis trazem uma série novos riscos para a segurança, que precisam ser minimizados. O grande desafio é conseguir identificá-los, tanto para proteger as informações de forma adequada quanto para fornecer uma experiência confiável ao usuário, em qualquer hora e local. Isso é feito seguindo um plano baseado em três pontos extensivos a equipamentos de terceiros: identificar equipamentos e usuários, reforçar as politicas de segurança e proteger os recursos.
A estratégia principal está na classificação de todos os dispositivos que possam se conectar à rede, de modo a definir políticas inteligentes e determinar como será o acesso com e sem fio. É possível permitir ou negar privilégios só com base no tipo de dispositivo, no status do usuário ou no sistema operacional. Saiba mais!